quarta-feira, 13 de março de 2013

FREE iTASTE BLUE

Teores:

ALCATRÃO - 4.0
NICOTINA - 0.4
MONÓXIDO - 4.0

Chegamos a um dos mais polêmicos cigarros hoje em dia. Polêmico por dois motivos: o primeiro é que ele é alvo de intensas críticas e reclamações no site reclameaqui.com.br. Basta digitar no google "reclame aqui free azul" que vocês verão inúmeros links de queixas pesadas e, algumas vezes, ofensivas. São fumantes do antigo Free Blue que não se conformaram com a mudança para o Free iTaste, e que dizem que o cigarro está horrível atualmente. Muitos afirmam também que mudaram para uma marca da concorrente, e alegam que Souza Cruz não respeita o consumidor. O segundo motivo para o cigarro ser polêmico é que, embora haja diversas críticas em relação ao novo Free iTaste, há também uma assustadora quantidade de pessoas que consomem esse cigarro. É estranho e paradoxal, mas o Free iTaste é o clássico exemplo do "Falem bem, falem mal, mas me comprem e me fumem". Quando vemos as reclamações sobre a mudança, temos a certeza de que ninguém mais compra esse cigarro. Basta sair às ruas, entretanto, para constatar que não é bem assim, e que o Free iTaste Blue é um dos cigarros mais consumidos pelos brasileiros. 

Tenho um carinho especial pelo antigo Free Blue. Lá no final de 2007 (ano em que eu ainda fumava um maço de Marlboro Red por dia), eu decidi reduzir os números de cigarros drasticamente. Parei de comprar o Marlboro Red e só pegava cigarros dos outros. Um dia, decidi comprar um box de cigarros mais suaves para deixar em casa, só fumando uns dois ou três por dia. Não entendia quase nada sobre as diferentes marcas e versões, tampouco os variados sabores. Tinha um amigo, porém, que fumava o Free Blue, e decidi comprar um box dele para quando quisesse muito fumar. Fui reduzindo bastante o número de cigarros; às vezes, à tarde, ficava louco de vontade de fumar, mas esperava horas até que essa vontade ficasse destruidora. Quando chegava esse momento, pegava o box do Free Blue e fumava um. Que delícia que era! Suave, gostoso e levemente amargo. Muito bom! Consegui, depois disso, ir diminuindo o número de cigarros que consumia. O Free Blue me acompanhou nesse processo, e tenho boas lembranças dele. 

Isso faz mais de cinco anos, e por isso não me lembro muito bem do sabor do antigo Free Blue. Posso dizer, porém, que o sabor mudou muito depois que houve a transição para o Free iTaste. Bem, vamos falar sobre a embalagem dele. É linda! Um box resistente, com o nome Free em alto relevo na vertical, lido de baixo para cima. O design no cigarro também é bem moderno: uma faixa azul com o nome "iTaste" e, no filtro, o nome Free na vertical, também na cor azul. Assim como o Free iTaste Silver, esse também tem o fio condutor que liga o tabaco à extremidade do filtro, acentuando o sabor. O cigarro também vem na versão maço, que é daquele tipo mais resistente. Ao se abrir a embalagem, um cheiro delicioso já pode ser percebido. É um cheiro bem doce, como chocolate ou algo assim. Quem não conhece o cigarro logo espera tragadas bem doces, mas...

Vamos aos detalhes sobre a tragada:

Pois é. Todo o doce que o cigarro oferece no aroma enquanto apagado é derrubado pela tragada amarga dele. É uma tragada bem amarga, porém suave. Realmente o Free iTaste Blue é diferente do antigo Free Blue. Apesar de não me lembrar muito do sabor do antigo, posso dizer que atualmente ele está mais forte e mais amargo. A tragada é bem tostada, e isso é bom. A essência de sabonete, sobre a qual comentei na postagem do Free iTaste Silver, volta ainda mais forte nesse aqui. Não consigo explicar muito bem, mas alguma coisa nesse cigarro me remete a sabão! Não sei se é o sabor, se é o aroma da fumaça ou os dois juntos, mas as tragadas vêm com uma inusitada essência de limpeza. Muito estranho! Ainda assim, não é algo que me incomoda. Na verdade, a única coisa que me incomoda mesmo nesse cigarro é o sabor amargo demais (sou mais fã dos cigarros adocicados), mas nem isso me aborrece tanto assim. Compreendo, porém, a revolta dos fumantes do antigo Free Blue. A mudança foi drástica demais e aconteceu sem aviso, estapeando na cara quem consumia o cigarro havia muito tempo. Implantaram uma abordagem moderna e atual, mas se esqueceram de que muitos consumidores são mais tradicionais e dispensam modificações revolucionárias, preferindo que seus cigarros permaneçam com o mesmo sabor de sempre. O resultado foi um grupo de pessoas que começaram a fumar Free iTaste por causa dessa abordagem mais moderna e jovial e outro grupo de consumidores que odiaram a mudança e trocaram de marca. No final, apesar das críticas, a marca continua bem sucedida no mercado dos cigarros. 

Para mim, não é um cigarro ruim. Gostei dele e não me incomodei com o sabor de sabonete; apenas o achei um pouco amargo demais. Não deixa muito cheiro nas roupas e na mão. Deixa um sabor amargo na boca, mas nada que tenha me incomodado tanto. Vou dar uma nota alta, mas repito que entendo os fumantes do antigo Free Blue quando dizem que o Free iTaste Blue é muito ruim. Mudanças drásticas no sabor de um cigarro são um desrespeito para o consumidor fiel. Dou o exemplo do cigarro Galaxy, que há dois anos mudou seu nome para Muratti. A embalagem mudou muito e o design no filtro ficou totalmente diferente, mas o sabor se manteve o mesmo. Aliás, quanto mais experimento outros cigarros, mais amo Muratti!

NOTA: 8.5 





17 comentários:

  1. Tenho que reexperimentar esse Blue. Eu não lembro nele o sabor de sabonete tão predominante. Senti mais isso no Prata e mais ainda no vermelho.

    Mas repito que tenho que reanalisar depois dessa descrição de sabor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ali, o sabor de sabonete cresce conforme os teores. No Free iTaste Red, o sabor de sabonete fica ainda mais acentuado.

      Abraço e... boas fumaceiras!

      Excluir
    2. Postei uma resenha sobre o iTaste Red ontem e comentei sobre algo estranho no sabor. Ainda assim, dei 9.1 de média para o iTaste red. Não acho que seja "infumável". Valeria dizer que os Free que de sabores regulares apresentam gostos semelhantes?

      O Free Blue é o cigarro de escolha de meu padrinho e tenho um imenso carinho por eles dois. O Free Blue foi o primeiro cigarro que fumei na vida (quando eu nem sabia o que era tragar), mas meu primeiro cigarro como fumante de verdade foi o Hollywood Original.

      Um grande abraço,
      -BRC.R.

      Excluir
    3. Guilherme, Free iTaste Red e Free iTaste Blue têm praticamente o mesmo sabor, só que com intensidade diferente. Mesma coisa que Dunhill Carlton Blend e Dunhill Blue Blend, ou Muratti Rosso e Muratti Azzurro. O Free iTaste Silver é um pouco diferente, pois não é tão tostado e tem menos sabor.

      Vou ver sua resenha e já comento lá!

      Grande abraço e boas fumaceiras!

      Excluir
  2. Vou ver se experimento novamente no fim de semana e identifico o sabor mais acentuado.

    ResponderExcluir
  3. mandei compara um pacote de free azul, e a mudança HOJE foi brutal.......filtro plastico, gosto do free prata, troquei pelo malboro.....free nunca mais, falta de respeito, se encontrar o antigo talvez ainda compre.
    Quanto a embalagem, tenho comprado maço, pois o box, o cartucho, diminuiram a gramatura, se desmancha na mão, cada vez mais vagabunda. SOUZA CRUZ AQUI EM CASA, NUNCA MAIS......todos aprovaram mudar para Malboro. :(

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, sobre essa mudança do free maço vermelho com esse buraco no filtro, desculpa ficou uma porcaria não gostei, prefiro o antigo, e outra pra mim ficou mais forte e ainda passei mal, resolvi mudar de marca...

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, sobre essa mudança do free maço vermelho com esse buraco no filtro, desculpa ficou uma porcaria não gostei, prefiro o antigo, e outra pra mim ficou mais forte e ainda passei mal, resolvi mudar de marca...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. filipaldi257, qual foi a substituição que você fez sobre o free maço vermelho? por qual foi a mudança? abraço.

      Excluir
  6. Eu só fumo free vermelho maço. A muitos anos desde quando conheci.
    Mas confesso que não to gostando do filtro. Até agora só procurava comprar com.o velho filtro mas não to mais encontrando.gostaria de saber se vai continuar assim.

    ResponderExcluir
  7. Eu só fumo free vermelho maço. A muitos anos desde quando conheci.
    Mas confesso que não to gostando do filtro. Até agora só procurava comprar com.o velho filtro mas não to mais encontrando.gostaria de saber se vai continuar assim.

    ResponderExcluir
  8. FIZ UM ABAIXO ASSINADO COM OS VALORES DO SEU TEXTO PODEM AJUDAR A ASSINAR?https://www.change.org/p/souza-cruz-a-volta-do-cigarro-free-itaste-blue-ao-normal?recruiter=578440994&utm_source=share_petition&utm_medium=facebook&utm_campaign=share_for_starters_page&utm_term=des-sm-google-no_msg&recuruit_context=fb_share_mention_variant&fb_ref=Default

    ResponderExcluir
  9. Achei péssima a troca do filtro do free. Troquei de marca. Ele me deu tosse e o gosto é horrível.

    ResponderExcluir
  10. Achei péssima a troca do filtro do free. Troquei de marca. Ele me deu tosse e o gosto é horrível.

    ResponderExcluir
  11. Realmente não tem sabor muito acentuado. Porém os baixos teores de nicotina me entusiasmaram. Satisfaço meu desejo de fumar, sabendo que não estou prejudicando TANTO meu pulmão.Espero que continue sendo fabricado.

    ResponderExcluir
  12. Are you paying more than $5 / pack of cigarettes? I'm buying my cigs from Duty Free Depot and I'm saving over 60%.

    ResponderExcluir
  13. After doing some online research, I've ordered my first e-cig kit at VaporFi.

    ResponderExcluir