quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Teor de nicotina do DUNHILL MASTER BLEND

Na postagem anterior, comentei sobre o maravilhoso Dunhill Master Blend, que recebeu nota máxima com louvor. Relatei que o cigarro parece ter dois diferentes teores de nicotina: em algumas cartelas, 1.0 de nicotina; em outras, 0.9 de nicotina. Acabei de ligar para o SAC da Souza Cruz para saber, afinal, qual era o teor final de nicotina desse cigarro. Fui muito, mas muito bem atendido; a funcionária foi atenciosa e prestativa. Além disso, a empresa exige CPF para que possa falar sobre cigarros com o consumidor, certificando-se de que tal tópico não seja discutido com um menor de idade. Muito ética a postura da Souza Cruz. Em relação ao teor de nicotina do cigarro, a atendente me disse que, segundo consta lá, o teor oficial de nicotina do Dunhill Master Blend é realmente 1.0! Fiquei sem entender nada, já que já vi algumas cartelas desse cigarro anunciando 0.9! Bem, aparentemente esse cigarro tem essa variação, o que não altera em nada sua qualidade!



10 comentários:

  1. Estranho, mesmo podendo variar os teores não vejo motivo para isso. Os vinhos variam bastante a graduação alcóolica de uma garrafa pra outra (do mesmo vinho) e mesmo assim todas as garrafas vem com a mesma indicação alcóolica.

    Será que tem alguma chance, mesmo que remota, de ser algum tipo de falsificação ou contrabando?

    Pra quem tiver os dois tipos de carteira em casa poderiam me diser se tem alguma outra diferença entre elas? Queria poder fazer um jogo dos sete erros com elas rs.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Thiago, eu já vi as duas carteiras e posso dizer que não há nenhuma diferença entre elas. Mas eu ainda vou correr atrás disso para descobrir o mistério da nicotina do Dunhill Master Blend! Se ele realmente tiver como teor 1.0 de nicotina, será o cigarro mais forte do mercado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto, vc me deixou curioso com esse cigarro, dei uma pesquisada aqui e parece que isso é uma adaptção de mercado mesmo, parece que vc matou a charada no tópico anterior quando falou sobre o ano ou data de fabricação.

      Seguindo o perfil da Souza Cruz isso tá me parecendo uma daquelas mudanças loucas dela, como a gente vem falando por aqui.

      Creio que não foi nem mudança na composição do cigarro, mas só a caixa mesmo, como a nicotina deve variar na casa dos 0.9 e 1.0 eles ficaram na dúvida de qual teor mencionar na caixinha, então colocaram 0.9 e depois resolveram mudar pra 1.0.

      Mas isso é um achismo meu e não uma conclusão.

      Amanhã tenho uma cervejada pra ir e ia pegar um lucky strike bem tostado pra dá aquela relaxada mas mudei de ideia e vou pegar esse "Carlton Red".

      Abraço.

      Excluir
    2. Me desculpem por estar postando mais uma vez, mas bixo, que negócio esquisito, estava vendo um vídeo review no YouTube e quando o maluco filma a carteira sabe qual o teor de nicotina? 0.8!

      Tá certo que o cara mora na gringa, mas sei lá tem coisas que só a Souza Cruz é capaz.

      Segue o vídeo citado:

      https://www.youtube.com/watch?v=gaR1Jl3ykk0

      Reparem aos 1:23.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Thiago, onde você pesquisou sobre essa adaptação de mercado? Onde achou? Sobre o vídeo do cara, é normal o teor dos cigarros variar de país para país. Não gosto muito das críticas dele. Ele fuma o cigarro o vídeo todo e fala muito pouco sobre o que interessa! Rssss...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, essa adaptação de mercado foi apenas uma conclusão minha. Como a gente tava falando os teores mudam muito dependendo do país, um exemplo interessante que encontrei:

      Dunhill Portugal - King Size (Tar 10 mg, Nicotine 0.8 mg, Carbon Monoxide 10 mg)

      Dunhill United Kingdom - King Size (Tar 10 mg, Nicotine 0.9 mg)

      Dunhill Canada - King Size (Tar 15 mg, Nicotine 1.4 mg)

      Suponho que no Brasil o Dunhill Blend Master não venda muito, então pode ser que estão tentando se manter no mercado com essas mudanças.

      Outra coisa que me fez achar isso é o fato das novas leis que saíram mantiveram os níveis máximo já existentes na lei de 2001 (se não me engano).

      E tb acho que isso não é erro de impressão da Souza Cruz (isso é impossível).

      Pode ser que essa mudança está sendo causada pelo aumento dos impostos e se a Souza Cruz mantivesse a mesma fórmula o cigarro ficaria muito caro no mercado.

      Então, ou eles estão tentando conquistar novos consumidores com estas mudanças ou tem cigarro do paraguai rodando por aí hehehe.

      Joguei as possibilidades que enxerguei só pra ampliar nosso raciocínio, não tenho certeza de qual é a verdadeira causa desses dois tipos de teores circulando num mesmo país.

      Abraço

      Excluir
    2. Entendi! Nossa, no Canadá os teores são muito altos! 15 de alcatrão!!!!!! Imagina um cigarro assim! Muito forte! Realmente deve ser o que você falou: o teor de nicotina deve estar entre 0.9 e 1.0, e por isso os teores variam na embalagem do cigarro!

      Abraço!

      Excluir